A baixa produtividade é um problema comum entre indústrias de diversos segmentos e pode estar diretamente ligada a problemas de manutenção dos ativos da indústria, trazendo consequências como:

  • Aumento com custo de manutenções de máquinas e equipamentos.
  •  Impactos na linha de produção.

Garantir que os recursos da empresa sejam utilizados de maneira adequada ao processo produtivo é fundamental para que o desperdício seja minimizado aumentando os rendimentos da empresa.

Listamos abaixo algumas das principais causas identificadas no mercado para a baixa produtividade para te auxiliar nesta tarefa de análise interna:

  1. Má gestão do time técnico de funcionários ligados a produção e equipe de manutenção (interna e/ou externa).
  2. Máquinas obsoletas e pouco automatizadas.
  3. Retrofit de máquinas e outras alternativas.
  4. Layout da planta fabril e adequação a processos automatizados em sistemas.

Sem um nível de produtividade conhecido, é impossível calcular alguns indicadores importantíssimos, tais como:

  • homem-hora disponível da equipe técnica;
  • backlog de atividades pendentes;
  • custo de manutenção corretiva, preditiva, preventiva.

Atualmente, a gestão efetiva da manutenção é uma das principais formas para se reduzir o custo e aumentar a lucratividade de seu negócio.

Empresas de segmentos diversos que entenderem e aplicarem em seus negócios processos proativos de manutenção sairão na frente da concorrência, tornando seus processos produtivos mais confiáveis e seguros.

Este é um conceito novo e inovador que traz consigo uma quebra de paradigmas, além da mudança cultural que serão essenciais para o crescimento e destaque no mercado.

A tecnologia está em constante mudança e pode ajudar a indústria a melhorar cada vez mais seus processos e atingir resultados ainda maiores.

Fechar Menu
Open chat

Academias também podem utilizar o Hefx para gerenciar seus equipamentos, algo essencial para o funcionamento do negócio.

Serviços de assistência técnica precisam diariamente gerenciar suas ordens de serviços e de uma comunicação constante com seus clientes, neste sentido, o Hefx se encaixa perfeitamente.

Supermercados e demais redes varejistas possuem grande variedades de ativos fixos. Além da parte predial, precisam gerenciar uma gama diversificada de equipamentos cruciais para operação do negócio.

Empresas que precisam gerenciar grandes frotas de veículos também sentem a necessidade de fazer uma gestão eficiente dos seus ativos.

Hospitais e Laboratórios também precisam controlar seus ativos, que vão desde equipamentos como condicionadores de ar e computadores, até aparelhos para realização de exames e demais máquinas hospitalares.

O Hefx também é perfeito para Hotéis, imobiliárias e administradoras de condomínios. Nele poderão ser geridos todos os ativos imobiliários e manutenções, assim como recursos chaves para a operação.

O Hefx atende a uma cadeia diversificada de indústrias de base, intermediárias e de bens de consumo, estas precisam gerenciar seus recursos e ativos para alcançar a máxima eficiência produtiva, evitando a inoperância e ociosidade de máquinas e demais ativos físicos.

Instituições de ensino possuem uma gama diversificada de ativos como computadores, equipamentos laboratoriais e de infraestrutura predial, o que torna indispensável o uso de uma ferramenta como o Hefx.